SINIBREF informa: Instituto MRV promove Edital para projetos de OSCs

Inscrições até: 18/10 às 17h00min

Promovido pelo Instituto MRV, o edital do programa Educar para Transformar – que está em sua 7° edição – visa estimular a transformação por meio da educação, desenvolvendo novos aprendizados e proporcionando mudanças culturais.

O edital irá selecionar dez projetos desenvolvidos por OSCs (Organizações da Sociedade Civil) em parceria com escolas da rede pública de ensino, podendo ser do fundamental II e médio, para participar do programa que tem duração média de 2 anos. Cada projeto selecionado receberá um suporte financeiro de R$ 160 mil.
As instituições selecionadas terão que desenvolver dois projetos em paralelo: um projeto em parceria com uma ou mais escolas e outro que envolve a criação de um produto ou serviço a ser aplicado pela OSC.
Os projetos selecionados pelo edital devem impactar positivamente a educação, oferecendo soluções ou formas de amenizar problemáticas sociais. Serão apoiados iniciativas que promovam a escola como comunidade de aprendizagem através da interação entre os estudantes, professores e a gestão escolar.
 
O edital do programa ocorre desde 2016, e a cada edição são estipulados temáticas e ações com prazos e recursos específicos. Este ano, os projetos da 5ª e a 6ª edição estão sendo acompanhadas simultaneamente.
 
Estarão aptas para se inscrever as OSCs que:
  • Estiverem legalmente regularizadas no CNPJ ativo junto à Receita Federal;

  • Ter, no mínimo, três anos completos de registro de CNPJ e Estatuto até agosto deste ano;

  • Estiverem em dia com suas obrigações legais, financeiras e fiscais;

  • Tiverem titularidade de conta corrente regular, permitindo a transferência de recursos.

Podem se inscrever OSCs de 55 cidades em 20 estados, além do Distrito Federal.

As propostas enviadas serão avaliadas com base em três critérios: alinhamento com o foco de atuação, gestão, e sustentabilidade.

Para se inscrever, clique aqui. As inscrições podem ser realizadas até às 17h de 18 de outubro de 2019.
Fonte: Observatório do 3º Setor/Por: Mariana Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *